BEEROCK

--------------------------------------------------

EM SÃO PAULO - SP

Dia 10 de Abril - quinta-feira
Abertura da casa: 20:00 horas
Forgotten Boys: 21:00 horas
New York Dolls: 22:00 horas

Hangar 110
Rua Rodolfo Miranda, 110
Bom Retiro - São Paulo (SP)
Fone: (11) 3229.7442

Preços:
1º Lote promocional R$ 80,00 (ESGOTADO)
2º Lote promocional R$ 90,00
3º Lote promocional R$ 100,00
Na porta (se sobrar) R$ 120,00
Meia-entrada R$ 60,00*
* a venda apenas no Hangar 110 - entre terças e sextas das 14 as 17 horas.

Vendas pelo fone (com entrega pelo correio*): (11) 3637.7911
* Mediante taxa de conveniência

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 12h26
[ ] [ envie esta mensagem]

COFFIN SHOW

José Mojica Marins estréia talk show no Canal Brasil

A vidente Mãe Dinah revelou que 12 homens importantes morrerão em 2008. Bruna Surfistinha ensinou como não sentir dor durante uma relação de sexo anal. O escritor Marcelo Rubens Paiva garante que já viu um saci. Tais confissões foram arrancadas à unha pelo mais novo entrevistador da televisão brasileira: Zé do Caixão.
O personagem mais famoso do cineasta José Mojica Marins comandará o talk show "O estranho mundo de Zé do Caixão", toda sexta-feira à meia-noite, no Canal Brasil, a partir de 4 de abril. 'Quero mostrar o lado estranho e oculto dos meus convidados. Será um programa diferente de toda essa chatice que passa na TV', promete Mojica.
A começar pelo cenário da atração, tão mórbido quanto o anfitrião. Ao lado de um caixão, personalidades como os roqueiros Nasi, Lobão e Pitty, a ex-chacrete Rita Cadillac, a atriz Bruna Lombardi e o estilista Alexandre Herchcovitch são instigados a falar de suas experiências sobrenaturais. 'Há segredos que as pessoas só revelam olhando profundamente nos olhos de Zé do Caixão', conta Mojica, usando o mesmo tom de voz sinistro de seu personagem.
A atriz Luciana Vendramini, por exemplo, confessou que Zé do Caixão a ajudou a superar sérios problemas psicológicos. 'Ela sofria de muitos medos, mas passou a personificá-los na figura do meu personagem e assim se livrar deles', adianta a 'versão macabra de Marília Gabriela', que já gravou entrevistas suficientes para um ano de programa.

Infernet
Além das entrevistas, O estranho mundo do Zé do Caixão terá alguns quadros. No Infernet, ele responderá dúvidas dos internautas sobre ocultismo, sexo e seu cinema alternativo.
No quadro 'Do fundo do caixão', Mojica banca o repórter e vai às ruas procurar assuntos que ele define como 'demoníacos'. 'Fizemos uma matéria sobre um caso de catalepsia, músicas satânicas e cobras-corais', adianta.
Como já é tradição, Zé do Caixão rogará suas maldições aos telespectadores na sessão 'A praga da semana'. E para quem não sintonizar a televisão em O estranho mundo do Zé do Caixão, fica a praga. 'Vocês estarão condenados a chorar por toda eternidade. Como um emo!'.
Apenas dois assuntos interessam mais Mojica que sua estréia no Canal Brasil: a nova página no Orkut e a finalização do filme A encarnação do demônio. Quero formar um grupo muito destemido no iokurt', empolga-se o diretor ao se referir ao portal de relacionamentos.
Mojica planeja estrear seu novo filme no dia 8 de agosto, segundo ele, a data cabalística 8/8/2008. 'Gosto muito desta data, mas estou com medo do efeito Tropa de elite. Espero não ser amaldiçoado pela pirataria', teme Zé do Caixão, logo ele, especialista em maldições."

Confere ae, o videozim de lançamento: http://www.youtube.com/watch?v=F0aZmE6a49s

Fonte: G1 / Escrito por: Dolores Orosco

Escrito por ALYSSON - 12h06
[ ] [ envie esta mensagem]

CLÁSSICO

Escrito por ALYSSON - 16h23
[ ] [ envie esta mensagem]

AUGUSTA NAS TELONAS

 

Filme capta alma trash da rua Augusta, em SP

São 7h30 de terça-feira, 25. A maioria dos pedestres caminha sentido à avenida Paulista, centro financeiro. Os ônibus amarelos, que seguem para a zona oeste, circulam ativamente. As primeiras quadras da rua Augusta, em São Paulo, estão tranqüilas – afinal, as duas cantinas, a sorverteria dos straight edges e um bar de pagode estão fechados.
Enquanto a rua apenas começava seu dia, no Bar Ponto de Encontro da Augusta, nº 486, a movimentação era grande. Um caminhão acabara de descarregar fios, câmeras, equipamentos de iluminação e som. Ali, foi rodada a primeira cena do filme “Augustas”, primeiro longa de Francisco Cesar Filho, mais conhecido como Chiquinho, acompanhado com exclusividade pela Revista de CINEMA ON-LINE. O filme quer ir além dos moderninhos que batem ponto nos bares Ibotirama e Charm e nas casas Vegas e Outs. “A Augusta é um espaço da cidade no qual há quatro décadas convivem extratos sociais diferentes em relativa harmonia. Os moderninhos são uma coisa passageira e recente”, afirma o diretor.
O filme é baseado em “A Estratégia de Lilith”, livro de Alex Antunes. A história gira em torno de Alex (interpretado pelo dramaturgo Mário Bortolotto), jornalista, morador da Augusta, que acaba de ser demitido e, no pacote, perdeu também a amante. Começa então uma viagem por universos urbanos e por rituais neo-xamânicos de transe. No caminho, desperta uma voz feminina que passa a aconselha-lo e o leva a procurar uma linha mágica e espiritual.
Na primeira cena rodada ontem, Alex contava as lamúrias para um amigo. Até às 9h30, bar funcionou normalmente enquanto a equipe filmava. O camarim foi improvisado nos fundos do bar, em frente à cozinha, e teve de dividir espaços com os engradados. As cenas próximas ao caixa registraram famosas frases de bar. Depois de ler placas como “Casamento é igual à avenida Paulista: começa no Paraíso e termina na Consolação”, aos risos o diretor Chiquinho perguntou à equipe: “Onde vocês conseguiram arrumar isso?”.

Briga com o trânsito
Como o orçamento do filme é de apenas R$ 1 milhão, obtidos no concurso de Baixo Orçamento do MinC, qualquer tipo de economia nas filmagens é bem-vinda, desde que não prejudique o resultado final. Não fechar o trânsito foi uma das economias.
O barulho incessante da rua Augusta foi um dos problemas que a equipe teve de contornar com bom humor. O técnico de som Louis Robin foi obrigado a se desdobrar. “É...ficou um pouco sujo [o som], mas acho que dá”, atestou algumas vezes. Como prevenção, ao final de cada corte gravou um “rabicho de som”, espécie de excesso preventivo.
As cenas de diálogo dentro do bar tiveram de ser controladas pela intensidade do trânsito na rua. Em diversos momentos, atores e câmera estavam prontos para rodar, mas foram obrigados a aguardar o tráfico amenizar. A assistente de direção Gabriela Monteiro e a produtora de set Lê Brasil travaram um diálogo cômico:
– Vai, vamos rodar essa cena.
– Não dá, está vindo um ônibus lá atrás.
– Mas nunca vai parar de passar ônibus!
– Xi, agora está vindo uma van... e também uma moto!
A equipe também teve de lidar com a luz do sol e a passagem de pedestres. Em uma das tomadas, a câmera saía do bar e ia para a rua. O movimento foi feito sem trilho, com a câmera no ombro do diretor de fotografia Aloysio Raulino, que tentou controlar a intensidade da luz e ainda brigou com as nuvens. Em seguida, a equipe teve de tirar os táxis estacionados que impedia a passagem da câmera. Quando tudo parecia pronto, a produtora Eliane Bandeira teve de atravessar a rua e pedir para um motorista que acabara de estacionar para retirar seu carro branco dali – a cor do veículo causaria reflexo.

Elenco da nova geração
O dramaturgo Mário Bortolotto, vencedor do Prêmio Shell pelo texto “Nossa Vida Não Vale um Chevrolet”, cuja adaptação cinematográfica será exibida no Cine Ceará em abril, interpreta o protagonista Alex (teve até de tingir o cabelo grisalho para interpretar o papel).
A prostituta Kátia, uma das peças centrais na trama, é interpretada pela charmosa Caroline Abras. Milhem Cortaz, o policial coxinha Fábio de “Tropa de Elite”, e Selma Egrei, musa dos filmes de Walter Hugo Khouri, também compõem o elenco.
A trilha sonora é composta por clássicos do underground paulistano dos anos 80 e 90. Akira S, Fellini, Voluntários da Pátria, entre outros, têm suas músicas reinterpretadas por Los Porongas, Vanguart, Macaco Bong, entre outros.
As filmagens de “Augustas” vão até 20 de abril. Entre os locais onde as cenas serão rodadas está o inferninho Las Jegas, no nº 875 da rua. Apenas uma das cenas na Augusta se passa no lado dos Jardins da rua, após a avenida Paulista. “Também vamos filmar o personagem Alex em um ritual de Ayuasca, bem solto e à base de música”, finaliza o diretor Chiquinho.

Fonte: Revista de Cinema On-line  /  Escrito por: Heitor Augusto

Escrito por ALYSSON - 16h14
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

A COLMÉIA RECOMENDA

Blind Faith - Blind Faith (1969)

Estamos em 1969, vivendo em um mundo que presencia os momentos finais dos Beatles, onde os Stones ainda não são gigantes e o Led Zeppelin dá seus primeiros passos. Neste contexto vivia um garoto inglês que, apesar da pouca idade, já era chamado de deus, e cuja simples presença em qualquer projeto sacudia não apenas a cena musical, mas o próprio mundo. Esse garoto se chamava Eric Clapton.
Depois de fazer parte dos Yardbirds e apresentar a música dos negros americanos para os garotos brancos ingleses, gravar um dos álbuns mais importantes da década ao lado dos Bluesbrakers de John Mayall e levar o rock aos seus limites junto com Jack Bruce e Ginger Baker no Cream, Clapton encontrava-se em uma encruzilhada: ele podia entrar em uma banda, formar o seu próprio grupo ou seguir carreira solo. Todas eram possibilidades.
O Blind Faith surgiu quase que por acaso. Em busca de diversão, Clapton convidou o amigo Steve Winwood, e juntos começaram a levar algumas jams. Ginger Baker ficou sabendo da empreitada, e quis se juntar à dupla. A princípio Clapton foi contra, pois era da opinião que a presença de Baker transformaria o que era para ser uma simples reunião de amigos em algo muito maior, mas foi vencido pela insistência do baterista e de Winwood. Dos ensaios regados a longos improvisos foram surgindo as primeiras idéias para algumas músicas próprias, assim como a necessidade de um baixista para completar o grupo. Rick Grech, do Family, foi convidado e aceitou de imediato. Assim nascia o Blind Faith, o primeiro supergrupo da história do rock.
A notícia que os quatro estavam compondo juntos logo vazou, gerando uma enorme expectativa na imprensa e nos fãs, que logo profetizaram que Clapton, Winwood, Baker e Grech gravariam um dos melhores álbuns que o rock haveria de ver nascer.
Apesar dos exageros, eles não estavam errados. A crença absoluta, que levou os quatro a batizarem o grupo como Blind Faith, se concretizou com o lançamento do auto-intitulado debut, em julho de 1969. O álbum está cravado sobre dois sólidos alicerces: a belíssima “Can´t Find My Way Home” e a antológica “Presence Of The Lord”. A primeira é nada mais nada menos que o melhor registro de Steve Winwood, uma das mais belas vozes que o rock deu ao mundo. Sobre o violão de Clapton, Winwood nos entrega uma belíssima linha vocal, alternando momentos em que usa sua voz de forma natural a falsetes antológicos. O resultado é estupendo, justificando em sua plenitude os pré-conceitos sobre o grupo.
Já “Presence Of The Lord” é a conversa de Clapton com Aquele com o qual era comparado. Cantada de forma magnífica por Winwood, transformou-se em uma das mais emblemáticas canções do guitarrista, tanto pela sua letra belíssima quanto pelo solo inesquecível repleto de wah-wah, onde Clapton parece querer mostrar que, apesar do advento de Hendrix, ainda possuía algumas cartas na manga.
Além de “Can´t Find My Way Home” e “Presence Of The Lord”, mais quatro faixas completam o disco de estréia do Blind Faith. “Hard To Cry Today”, a faixa de abertura, é um hard como só se fazia no final dos sessenta, e cuja receita se perdeu com o tempo. “Well All Right” coloca groove no som do grupo, com um resultado final que antecipava os caminhos ensolarados que Clapton trilharia em álbuns como “461 Ocean Boulevard”. O belo solo de violino executado por Rick Grech em “Sea Of Joy” é outro momento inesquecível, enquanto a longa “Do What You Like” traz solos individuais de cada integrante, com destaque para Ginger Baker.
Além da música, “Blind Faith” trazia mais um atrativo. Sua capa, onde a filha de Baker posava com o peito nu e segurando um avião para lá de fálico, causou grande polêmica na época, gerando inclusive a proibição da venda do disco nos Estados Unidos, o que levou a gravadora a lançar uma versão exclusiva para o mercado americano, com uma foto do grupo no lugar da capa original.
Após o lançamento do álbum, o grupo, cercado por empresários, agendou e realizou uma turnê pelos EUA. A pressão aumentou, os compromissos também, e, ao perceberem, os quatro estavam novamente vivendo aquilo que não queriam viver quando se reuniram para tocar juntos. O que era para ser um prazer se transformou em obrigações sem fim, e isso levou os quatro a decretarem o fim da banda.
Passados quase quarenta anos de seu lançamento, “Blind Faith” ainda é um dos pontos mais altos da carreira de Eric Clapton, Steve Winwood, Ginger Baker e Rick Grech. Um álbum que vale a pena ser (re)descoberto, juntamente com o ao vivo “London Hyde Park 69”, que saiu também em vídeo e mostra a apresentação dos caras no lendário parque inglês.
Para quem quiser conhecer, uma boa pedida é a versão estendida lançado há pouco tempo e repleta de faixas extras, traçando o documento definitivo sobre o Blind Faith. Muito mais que recomendável, histórico.

Fonte: Whiplash / Escrito por: Ricardo Seelig

Categoria: Resenhas
Escrito por ALYSSON - 12h24
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SUICIDAL TENDENCIES NO BRASIL

Está confirmada a participação do Suicidal Tendencies no Maquinaria Rock Fest, festival que acontece nos dias 17 e 18 de Maio, em São Paulo/SP.
No mesmo dia do Suicidal Tendencies se apresentarão as bandas Biohazard (EUA), Sepultura, Misfits (EUA), Tristania (Nor), Ratos de Porão, Matanza, Muscaria (Equador), Korzus, Motorocker, Sayowa, Embrioma, Threat, Child of Flames e Sun Turns Black.
A produção do evento irá anunciar em breve as duas atrações que faltam para fechar a programação do dia 18.

Mais infos aqui: www.maquinariarockfest.com

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 12h20
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------


Click here to get your own player.

SET LIST - CIDADE ROCK - 23/03/2008

1º BLOCO

01 - Cream - Spoonful
02 - Blue Öyster Cult - Dominance and Submission
03 - Uriah Heep - Love Machine (Live)
04 - Jethro Tull - Locomotive Breath
05 - King Crimson - 21st Century Schizoid Man

2º BLOCO

06 - Secos e Molhados - O Hierofante
07 - O Som Nosso de Cada Dia - Bicho do Mato
08 - O Terço - Volte na Próxima Semana
09 - Casa das Máquinas - Dr. Medo
10 - Cartoon - King's Songs

3º BLOCO

11 - Ozzy - Steal Away
12 - WASP - Hellion
13 - Primal Fear - Kiss of Death
14 - Grave Digger - Rebellion (Live)
15 - Blind Guardian - Another Holy War

O programa vai ao ar aos domingos, às 19 horas.

Para ouvir ao vivo, sintonize ou acesse a Rádio Cidade:


Agora, quem não ouviu e quem ouviu e quer mais uma dose tem como opção o Podcast Cidade Rock. Ele será postado aqui no blog juntamente com o set do programa no início de cada semana. Acione o player acima e deguste essa dose cavalar de rock n’ roll.

Categoria: Programa Cidade Rock
Escrito por ALYSSON - 10h26
[ ] [ envie esta mensagem]

--------------------------------------------------

VELHAS VIRGENS NO ROÇA 2008

A Cangaço Produções, organizadora do Festival Roça N’ Roll, que rola anualmente em Varginha - MG, acabou de anunciar duas atrações da 10ª edição do evento. Uma delas é nada mais nada menos que a legendária Velhas Virgens, considerada por muitos, “a maior banda independente do Brasil”. As Velhas tão na ativa desde de 1987 e tão lançando CD e DVD em comemoração aos 21 anos de estrada. Será a 2ª vez que a banda  se apresenta no Roça. Os caras foram a atração principal da 7ª edição.
A outra atração anunciada é a banda paulista Baranga que retorna ao sul de Minas para divulgar seu último cd "Meu Mal". Os caras fazem rock n’ roll básico, com influências de AC/DC, Made in Brazil, Motörhead, Rita Lee/Tutti Frutti, Hellacopters, Patrulha do Espaço, entre outros.

A 10ª edição do Roça N' Roll está agendada para o dia 14 de junho, na fazenda Estrela em Varginha Rock City. 

Mais infos sobre as bandas nos sites:
www.velhasvirgens.com.br
www.barangarock.com.br

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 17h09
[ ] [ envie esta mensagem]

CIDADE ROCK ESPECIAL DE PÁSCOA

NESTE DOMINGO (23/03)

HORÁRIO: 19 HORAS.

PARA OUVIR, SINTONIZE A RÁDIO CIDADE (105.5 MHZ) OU ACESSE www.fmcidade.com .

O blog entra em recesso devido ao feriado. Novos posts na segunda-feira (24/03).

Escrito por ALYSSON - 11h56
[ ] [ envie esta mensagem]

EM GUAXUPÉ

“ENCONTRO CULTURAL"
 
Data: 21.mar.2008 - SEXTA-FEIRA
Horário: a partir das 22h30 - ENTRADA FRANCA !
Local: Cine 14 Bis de Guaxupé

Como será: espaço artístico aberto para quem quiser se apresentar : MÚSICA - TEATRO - POESIAS - POEMAS - PAINEL PARA POEMA COLETIVO - GRAFITE - CHARGES - DESENHOS - VÍDEOS - EXPOSIÇÃO DE QUADROS - FOTOS - IMAGENS - DANÇA.

Um equipamento de som ficará disponível para quem quiser se apresentar.

+ Bar com cerveja, whisky, vinho, vodka. caipirinha, refrigerante, etc...

A Beerock apoia essa idéia e conta com a presença da galera rocker.

Escrito por ALYSSON - 11h49
[ ] [ envie esta mensagem]

LOKI

Ex-Mutantes lança uma ficção desafiadora
 
Arnaldo Dias Baptista, fora do grupo Mutantes, tira a poeira de uma história escrita por ele há 20 anos para concluir ‘Rebelde entre os Rebeldes’, que sai pela editora Rocco
 
Além de uma música revolucionária, que mudou a face dos anos 60 e ecoa ainda hoje, o ex-Mutante Arnaldo Dias Baptista faz desenhos, quadros e camisetas que dá de presente aos amigos. Agora, uma nova faceta de sua carreira multimídia vem à tona: a literatura.
A Editora Rocco lança no início de abril o livro Rebelde Entre os Rebeldes, uma ficção científica de Arnaldo que foi escrita há mais de 20 anos, mas permanecia inédita.
Tem um disco antigo do gaúcho Ney Lisboa, uma espécie de Tom Waits sulista, intitulado Pra Viajar no Cosmos Não Precisa Gasolina, de 1983. Não há expressão melhor para definir a ficção de Arnaldo Baptista. A viagem interplanetária do Príncipe do País dos Baurets é totalmente delirante, uma espécie de Star Wars hippie, escrita num ritmo e linguagem que não existem mais, de tão delicados e fluentes.
“Eu não sei se essa experiência já ocorreu com você, leitor, mas às vezes estou andando ao lado de um amigo em plena Avenida Nossa Senhora de Copacabana ou qualquer outra grande avenida, com a fortíssima materialidade das lojas me levando a só acreditar no que se vê e, apesar disso, sinto algo especial”, escreve Arnaldo.
Arnaldo Dias Baptista quase morreu, em 1981, ao cair da janela do quarto andar de um hospital psiquiátrico. Nas páginas desse livro, seu personagem relata uma rotina contemplativa na grande cidade, que se resume a discutir tecnologia e misticismo com amigos e ouvir programas das Rádios Cultura e Eldorado - de vez em quando, uma passada pela Companhia de Discos e uma ida a São Lourenço para esperar discos voadores.
“Cheguei à conclusão de que se eu fosse capaz de atingir a antiga pureza, poderia realmente me tornar um cientista ou um músico de rock”, diz a certa altura o protagonista de Rebelde Entre os Rebeldes. “Tudo bem, admiro a grandeza que há por trás do inexplicável. A poesia e a música servem justamente para isso, explicar o indizível.”
O resultado é essa ficção retrofuturista que acredita no caráter transgressivo e transcendente da música, que se assusta com a violência da era atômica pós-Hiroshima e Nagasaki. Arnaldo é um combatente anti-racionalista desde a mais tenra idade. No seu apego “a tudo que foge ao universo visível” está uma estratégia de revalorização humanística, que é muito bem-vinda.
Em maio de 2006, ao lado de seu irmão Sérgio Dias, Zélia Duncan e Dinho Leme, Arnaldo ressuscitou por um breve período, um ano, o sonho psicodélico chamado Mutantes. Durou pouco, mas reanimou um pequeno exército de maluquetes bacanas. Com seu livrinho temporão, mais eflúvios deverão vir à tona.

Fonte: Jornal da Tarde / Escrito por: Jotabê Medeiros

Escrito por ALYSSON - 11h44
[ ] [ envie esta mensagem]

R.I.P: ARTHUR CLARKE

Autor de 2001 é um dos maiores nomes da ficção científica de todos os tempos

Morreu nesta terça-feira um dos maiores escritores de ficção científica de todos os tempos, Arthur Charles Clarke (1917-2008). O autor de 2001 - Uma Odisséia no Espaço tinha 90 anos, morava no Sri Lanka e sofria há anos de problemas respiratórios.
Nascido no Reino Unido, C. Clarke ingressou na Sociedade Interplanetária Britânica em 1936 e serviu na Segunda Guerra Mundial como operador de radar - experiência que rendeu seu único romance fora da ficção científica - antes de se graduar em matemática e física em Londres.
Sua maior contribuição à humanidade, porém, não foi meramente artística, e sim científica: a concepção, em 1945, através de um artigo intitulado Extra-terrestrial Relays, do sistema de satélites em órbita geo-estacionária que entrariam em funcionamento apenas 25 anos depois - e seguem em uso até hoje. Por conta dos seus estudos, a órbita a 36 mil quilômetros de altura, onde são estacionados os satélites, foi batizada de "Órbita Clarke".
Em 1948 C. Clarke inscreveu numa competição da BBC um conto chamado The Sentinel que serviria, depois, de base para 2001. Curiosamente, à medida em que C. Clarke e Stanley Kubrick trabalhavam juntos na adaptação do texto em roteiro, o filme acabou saindo um ano antes da publicação do livro, respectivamente em 1967 e 1968. Antes de se tornar uma figura televisiva em programas de ficção científica nos anos 80, C. Clarke deixou ao menos uma outra obra-prima da literatura: Rendezvous with Rama, ou Encontro com Rama em português.
O escritor - que não deixa filhos - morava no Sri Lanka desde 1956, onde foi atrás de seu amor por mergulho. Em dezembro do ano passado, já bem debilitado, ele gravou a amigos, familiares e fãs um vídeo de despedida.

Fonte: Omelete / Escrito por: Marcel Hessel

Escrito por ALYSSON - 11h56
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SAINDO DO FORNO

Violins - A Redenção dos Corpos

Saiu esta semana o quinto disco da banda goiana Violins. Sucessor do elogiado "Tribunal Surdo", o álbum é dividido em duas partes. A primeira, baseada em piano e violão com elementos eletrônicos, dando privilégio às melodias. A segunda parte é a tradicional configuração de banda. As letras falam basicamente sobre o conflito entre bem e mal mas agora pelo prisma de uma busca por espiritualidade, divindade e todo tipo de renúncia ou desgaste que isso causa. Por isso, A Redenção dos Corpos e não das almas. Mais um discaço surpreendente e marcante!

Ouça aqui: www.myspace.com/violinsbr

Categoria: Resenhas
Escrito por ALYSSON - 11h53
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SAINDO DO FORNO

Sereias de Bengala é o novo livro do escritor Jorge Cardoso, que mora na Suécia. A literatura do cara é como um soco na boca do estômago, um chute nas bolas, uma música dos Stooges, enfim, é phóda.
O livro está disponível para download gratuito no site da editora Baleia: www.editorabaleia.com.br .

São 22 contos fuderosos, como este:

Cruzamento

– É bom continuar rindo? (ferro na barriga)
– …
– Ele está de língua de fora. Vamo sair daqui.
– Vamos.
– Espera aí, não é melhor largar em um hospital?
– O quê? Tá louco?
– Não, é que.
– Falando nisso eu tenho que voltar…
– Hein?
– Porque se ele sobreviver, quem vai preso? Vou terminar ele.
– Não vai!

Os dois brigam e rolam pelas escadas. Semi-desmaiado, um consegue sacar a pistola e fuzilar o amigo na perna.
 
A polícia chega. Aquele quadro espanhol. Um dia conheci uma mulher que tinha um espelho imenso no canto da cama. Moldurado. Solto. Ela colocava uns algodões nos ouvidos. Por quê? Para dançar.

Tinha um peixe no aquário que eu habituei a comer na minha mão. Ele vinha e beijava os meus dedos lambuzados com aquele pó marrom. Aquele pó marrom. E… então, um dia eu passei vinagre nos dedos. Depois do vinagre eu passei excremento, e depois pus naftalina, detergente, até chegar no Baygon mesmo. O peixe morreu.
 
Deve ser assim que fazem com a gente.

(Jorge Cardoso) 

Categoria: Literatura Rocker
Escrito por ALYSSON - 12h06
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SET LIST - CIDADE ROCK - 16/03/2008

1º BLOCO

01 - The Stooges - Loose
02 - MC5 - Sister Anne
03 - New York Dolls - Jet Boy
04 - The Dead Boys - Catholic Boy
05 - The Saints - Private Affair
06 - Radio Birdman - What Gives?

2º BLOCO

07 - MQN - Electrify
08 - Evil Idols - Road, Drugs and Wine
09 - Muzzarelas - The Last Beer is The Best
10 - Arthur Franquini - There She Goes (Momento Beerock)
11 - Thee Butcher's Orchestra - Got Me in a Hook

3º BLOCO

12 - Judas Priest -Exciter
13 - Saxon - Judgment Day
14 - Diamond Head - Lightning to the Nations
15 - Samson - Go to Hell
16 - Budgie - Breadfan

Mais infos sobre o legendário Arthur Franquini aqui: http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=9339

O programa vai ao ar aos domingos, às 19 horas.

Para ouvir, sintonize ou acesse a Rádio Cidade:

Categoria: Programa Cidade Rock
Escrito por ALYSSON - 11h28
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

EM BH - MG

Mais infos aqui: www.aobra.com.br/campeonato

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 11h25
[ ] [ envie esta mensagem]

ROÇA 2008

Novo mascote do Roça n' Roll será escolhido através de concurso

Oportunidade imperdível para desenhistas! A Cangaço Produções, organizadora do Roça n´roll, lança concurso para escolha do mascote oficial da 10ª edição do festival. Os ilustradores têm até o dia 20 de março para se inscreverem. O desenho escolhido vai ilustrar o cartaz oficial do evento e todo material gráfico de divulgação.
O vencedor do concurso vai receber um “Kit Roça”, composto por ingresso com direito a acompanhante, camiseta e Cd oficial. Outra premiação é o acesso ao backstage na área de convivência das bandas.
De acordo com Rodrigo Barbieri, um dos produtores do Roça n´Roll, o objetivo do concurso é revelar novos talentos artísticos no meio roqueiro. “O rock é tema de muitos desenhistas. E a figuração no material gráfico do evento vai divulgar o artista em todo país”, relata.
Outro atrativo do concurso é a exposição de todas ilustrações finalistas no “Museu do Roça”. O museu é uma das novidades deste ano e vai expor fotografias, demo-tapes, cartazes de shows, releases, vídeos e outros artigos referentes ao rock varginhense.
“O Roça n´roll sempre foi um espaço aberto às bandas independentes, agora vamos revelar novos talentos em outras manifestações artísticas”, enfatiza Bruno Maia, idealizador do festival. Para ele, o estilo rock/metal congrega artes plásticas, teatro, cinema e literatura. “A arte é a fonte de inspiração dos músicos, e hoje, as bandas utilizam artes cênicas nos shows, abordam temas baseados em obras literárias e cinematográficas e as capas dos álbuns são verdadeiras obras de arte”, completa.
Os desenhistas interessados em participar do concurso devem enviar as ilustrações, juntamente com nome completo, endereço e telefone para o email: info@rocainroll.com ou imprensa@rocainroll.com. O resultado vai ser divulgado no site www.rocainroll.com no dia 21 de março.

Fonte: Site oficial

Escrito por ALYSSON - 11h21
[ ] [ envie esta mensagem]

--------------------------------------------------

EM OLINDA - PE

Tá certo que é longe pacas, mas segue ae a infos do Abril Pro Rock 2008 pra galera aqui do sudeste ficar na fissura.

Divulgada a programação completa do Abril Pro Rock 2008

Os organizadores do recifense Abril pro Rock deste ano divulgaram a programação completa do festival, e além dos já anunciados New York Dolls, Gamma Ray e Helloween (que também tocam em outras capitais, o evento chega com duas outras ótimas surpresas internacionais: a lendária banda de hardcore Bad Brains e os neozelandeses do Datsuns.
Os artistas nacionais também não são fichinha: Lobão, Wander Wildner, Céu, Autoramas e Júpiter Maçã, entre os mais conhecidos, e mais uma penca de independentes que poderá mostrar seu trabalho para um público maior. Entre eles, os gaúchos do Superguidis e do Pata de Elefante, The Sinks e Barbiekill, do Rio Grande do Norte, os goianos do Violins e o Rockassetes, de Sergipe.
A 16ª edição do Abril pro Rock será realizada nos dias 11, 12 e 27 no Chevrolet Hall, na vizinha Olinda, um dos indicativos de que o festival ficou maior e mais influente. Este ano o evento serve como sede da primeira reunião do ano da Associação Brasileira dos Festivais Independentes (Abrafin) e por ali vão circular produtores dos principais festivais independentes do Brasil, como o Goiânia Noise, Porão do Rock e Varadouro. Além dos shows, o APR vai apresentar uma série de palestras para discussão de produção, assuntos relacionados a turnês, festivais e divulgação online. As palestras serão realizadas no auditório da Livraria Cultura, nos dias 10 e 11.
Para fechar, um concurso para escolher duas bandas que vão tocar no festival. Para saber mais detalhes, acesse www.linkmusical.com.br.
Os ingressos para o evento custam 50 reais (11 e 12 de abril) e 80 reais (27). Se você quiser ser solidário, ganha desconto no ingresso. O chamado "ingresso social" custa 30 reais e 1 quilo de alimento não perecível para as duas primeiras datas do festival e 50 reais e 1 quilo de alimento não perecível para o último dia de shows. Vale lembrar que as primeiras 2 mil pessoas que comprarem ingressos para dois ou três dias ganham um CD promocional do evento.

Confira a programação completa abaixo:

Dias 11, 12 e 27 de Abril
Chevrolet Hall
Telefone (81) 3427-7500
Av. Agamenon Magalhães S/N, Complexo Salgadinho, Olinda-PE

SEXTA-FEIRA 11.04.08
21h - Abertura dos Portões

- Banda do Link Musical - Palco 3
- The Sinks (RN) - Palco 3
- Project 666 (PE) - Palco 2
- Mukeka di Rato (ES) - Palco 1
- Zumbis do Espaço (SP) - Palco 2
- The New York Dolls (EUA) - Palco 1
- Vamoz (PE) - Palco 2
- Bad Brains (EUA) - Palco 1

SÁBADO 12.04.08
17h - Abertura dos Portões

- Banda do Link Musical - Palco 3
- Erro de Transmissão (PE) - Palco 3
- Sweet Fanny Adams (PE) - Palco 2
- Barbiekill (RN) - Palco 3
- Autoramas (RJ) - Palco 1
- Violins (GO) - Palco 2
- Céu (SP) - Palco 1
- Vítor Araújo (PE) - Palco 2
- Wander Wildner (RS) - Palco 1
- Rockassetes (SE) - Palco 2
- Júpiter Maçã (RS) - Palco 1
- Superguidis (RS) - Palco 2
- The Datsuns (Nova Zelândia) - Palco 1
- Pata de Elefante (RS) - Palco 2
- Lobão (RJ) - Palco 1

DOMINGO 27.04.08
20h - Abertura dos Portões

- Gamma Ray - Palco 1
- Helloween - Palco 1

Fonte: Omelete / Escrito por Luciana Maria Sanches

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 11h39
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

EM CAMPINAS - SP

Arte by: E.T.E

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 15h42
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

EM SANTA RITA DO PASSA 4 - SP

ROCK IN ROÇA 2008

22/03 (Sábado) / Horário: das 22h às 8h
Local: Fazenda Paulistina - Santa Rita do Passa Quatro/SP
(Vicinal Jayme Nori, km 1 - em frente à Represa Passa quatro)

O que rola:
Em sua primeira edição o festival de música trará 3 grandes shows e 4 Dj’s na Fazenda Paulistina em Santa Rita do Passa Quatro/SP, trazendo a todo público presente 8 horas de diversão.

No sábado de Aleluia acontece a primeira edição do Festival “Rock In Roça” , que promete ser um dos maiores eventos organizados na região até hoje. Serão 8 horas de muita música em 4 ambientes e uma mega-produção temática para todo o público presente na Fazenda Paulistina, em Santa Rita do Passa Quatro/SP.

O evento aposta em bandas inovadoras como a divertida “Cueio Limão” de Dourados/MS, que foi indicada ao VMB da MTV em 2007, e se destaca no cenário nacional pelas letras engraçadas e sotaque interiorano.
As bandas “Audiorepublica” de São Paulo, “Vive Le Rock” de Pirassununga e o vocalista da banda paulistana Flaming Moe, “Gui Klaussner” que fará discotecagem com seu repertório Garage, completam as atrações do Palco Principal.

Na “Eletronic Arena” 3 DJ’s farão apresentações.
A partir das 2h30 da manhã a Arena começa a pegar fogo com a apresentação dos Dj’s “Dú-X” (Psy Trance), “Syska” (Full On), e o finlandês “Alien Label” (Full On - LIVE) que irão comandar as pick ups até o dia clarear.

Segundo os organizadores, o evento tem dois objetivos principais: “trazer a tona revelações da música nacional e mostrar a diversidade cultural do interior”. “Apesar de ter o bom e velho Rock’N Roll como tema principal, o festival é bem eclético. Buscamos diversificar os gêneros musicais para que todos se divirtam e aproveitem o feriado da melhor forma possível”, finalizam.

INGRESSOS
*R$ 20,00 (Inteira)
*R$ 10,00 (Meia - carteira de estudante)

Site oficial: www.rockinroca.com.br

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 15h39
[ ] [ envie esta mensagem]

NOTA FORA

Guerra contra a Web lidera lista de gafes da indústria da música

O caçador de talentos que rejeitou os Beatles foi considerado por muito tempo como responsável pela maior gafe na história do setor de música.
Mas a mancada bilionária de Dick Rowe foi superada, na lista da revista Blender sobre "os 20 maiores erros das gravadoras em todos os tempos", pelo fracasso do setor em aproveitar a Internet.
As grandes gravadoras conquistaram a desonra ao forçar o serviço de troca de arquivos Napster a sair do mercado, em 2001, em lugar de descobrir uma maneira de ganhar dinheiro com suas dezenas de milhões de usuários.
Os praticantes de downloads simplesmente se espalharam por centenas de outros sites, e setor está em queda livre desde então.
"A campanha das gravadoras para impedir que sua música fosse distribuída gratuitamente via Internet era o equivalente a tentar deter um furacão com uma rolha -- mais de um bilhão de arquivos são trocados por mês em redes de troca de arquivos", afirmou a Blender em sua reportagem.
Rowe ficou em segundo lugar por recusar os Beatles, depois que a banda, despreparada, realizou uma audição desastrosa em 1962.
O empresário dos Beatles, Brian Epstein, mais tarde contaria que o executivo da Decca Records lhe havia dito que "grupos com guitarras estão saindo de moda", comentário que Rowe sempre negou ter feito. Ele posteriormente assinaria com os Rolling Stones.
O fundador da Motown, Berry Gordy, ficou no terceiro lugar, porque vendeu a gravadora das Supremes e de Marvin Gaye, que na época estava perdendo dinheiro, por cerca de 60 milhões de dólares, em 1988.
No ano seguinte, a A&M Records seria vendida por cerca de 500 milhões de dólares. E David Geffen recebeu cerca de 700 milhões de dólares em 1990 pela Geffen Records. Gordy, porém, manteve os direitos autorais sobre o catálogo de sua gravadora.
A Geffen Records aparece duas vezes na lista: em 11o lugar, por processar Neil Young nos anos 1980 alegando que a música que ele vinha gravando era pouco comercial, e em 12o por investir supostos 13 milhões de dólares em um álbum do Guns'n'Roses que ainda não saiu, depois de mais de uma década de trabalho.
Outros ocupantes da lista da vergonha incluem a Columbia Records, em 10o lugar, por ter dispensado Alicia Keys e 50 Cent antes que estes fizessem sucesso, e a Warner Bros. Records, por um contrato de 80 milhões de dólares com o grupo R. E. M., em 1996, que só lhe trouxe prejuízo.

Fonte: Reuters / Escrito por Dean Goodman

Escrito por ALYSSON - 14h24
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

RIDERS ON THE STORM NO BRASIL

Remanescentes do Doors voltam a tocar em São Paulo

Dois integrantes do Doors vão tocar em São Paulo em abril: o tecladista Ray Manzarek e o guitarrista Robby Krieger (foto).
Os dois trazem para o Tom Brasil Nações Unidas no dia 10 de abril o Riders On The Storm, projeto que excursiona pelo mundo tocando músicas da banda que tinha à frente o vocalista Jim Morrison, morto em 1971.
A formação do Riders On The Storm conta ainda com Bret Scollin nos vocais - que já ficaram a cargo do vocalista do Cult, Ian Astbury -, Ty Dennis na bateria e Phil Chen no baixo.
O Riders On The Storm já esteve no Brasil, em 2004, mas, naquela época, apresentava-se sob a alcunha The Doors of 21th Century. Um processo judicial movido pelo baterista original da banda, John Densmore, forçou o projeto a mudar de nome.
O Tom Brasil fica na Rua Bragança Paulista, 1281. O telefone de lá é (11) 2163-2100. Os ingressos para o show vão de 120 a 200 reais.

Fonte: Omelete / Escrito por Luciana Maria Sanches

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 14h21
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SET LIST - CIDADE ROCK - 09/03/2008

ESPECIAL: DIA DAS MULHERES

1º BLOCO

01 - Janis Joplin - Flower in the Sun (Live)
02 - Suzi Quatro - 48 Crash
03 - Rita Lee & Tutti Frutti - Fruto Proibido
04 - The Runaways - Cherry Bomb
05 - Demolition Doll Rods - Sex Machine

2º BLOCO

06 - Patti Smith - White Rabbit
07 - Blondie - One Way Another
08 - Garbage - Only Happy When it Rains
09 - The Donnas - Rock n' Roll Machine
10 - Sahara Hotnights - Push On Some More

3º BLOCO
 
11 - The Breeders - Happiness is a Warm Gun
12 - L7 - Metal Stampede
13 - Hole - Plump
14 - PJ Harvey - Who the Fuck
15 - Juliette and The Licks - Hot Kiss
16 - Lauren Harris - Your Turn
 
Bônus Track:

17 - Leela - Sexo! (Ultrage a Rigor cover)

O programa vai ao ar aos domingos, às 19 horas.

Para ouvir, sintonize ou acesse a Rádio Cidade:

Categoria: Programa Cidade Rock
Escrito por ALYSSON - 09h06
[ ] [ envie esta mensagem]

3 na massa

Dengue e Pupilo, baixista e baterista da Nação Zumbi, se juntaram a Rica Amabis, integrante do Instituto, num novo projeto, chamado 3 na massa.
O disco de estréia dessa nova banda, intitulado “Na Confraria das Sedutoras”, conta com vocais de cantoras e atrizes, como Thalma de Freitas, Nina Becker, Pitty e Leandra Leal, entre outras.
Rodrigo Amarante (Los Hermanos), Jorge Du Peixe (Nação Zumbi) e Lirinha (Cordel do Fogo Encantado) participaram do disco, que sai em breve, mas já pode ser conferido aqui: http://www.myspace.com/3namassa .

Escrito por ALYSSON - 09h02
[ ] [ envie esta mensagem]

MAIS DETALHES: NEW YORK DOLLS EM SÃO PAULO

A produtora Ataque Frontal informa detalhes a respeito do show do New York Dolls em São Paulo, que agora será dia 10 de Abril (quinta-feira) no Hangar 110 e terá abertura do Forgotten Boys:

"Nós da Ataque Frontal junto com a Highlight Sounds e o Hangar 110 não estamos medindo esforços para poder proporcionar o melhor show da história do Hangar 110, e com certeza um dos melhores shows de rock no Brasil. A casa vai ter a capacidade de 640 pessoas, o que é o liberado pelo Contru, assim todos se sentem confortáveis e sem estar abarrotado. O sistema de som (PA) da casa vai ser TODO trocado para atender as exigências da banda, bem como o sistema de iluminação. Quem for, com certeza vai presenciar uma qualidade de som absurdamente boa no local. Outro detalhe importante vai ser as grades de proteção para evitar subirem no palco.

O recado tá dado, os ingressos serão limitados e estarão à venda a partir desta quarta-feira, dia 12 de Março, nos pontos de venda abaixo:

London Calling (Rua 24 de Maio, 116, sobrelojas, Loja 15 Fone: 3223.5300)
Estrondo (Rua 24 de Maio, 62 Loja 342 Fone: 3361.8961)
Sick'n'Silly (Rua Augusta, 2690 2º Piso Loja 216 Galeria Ouro Fino Fone: 3081.7508)

Preços:

1º Lote promocional: R$ 80,00 | 2º Lote promocional: R$ 90,00
3º Lote promocional: R$ 100,00 | Na porta (se sobrar): R$ 120,00
Meia-entrada: R$ 60,00 (Os ingressos de meia-entrada estarão à venda apenas e exclusivamente no Hangar 110 entre terças e sextas das 14h às 17h. É necessário estar com documento original com foto e comprovante escolar)."

Escrito por ALYSSON - 14h28
[ ] [ envie esta mensagem]

CIDADE ROCK ESPECIAL: DIA DAS MULHERES

Programa Cidade Rock em homenagem às mulheres.

Domingo, 09 de março, às 19 horas.

Para ouvir sintonize a Rádio Cidade (105.5 MHZ) ou acesse www.fmcidade.com.

Não percam!

Escrito por ALYSSON - 14h06
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

EM VARGINHA - MG

08/03/2008 - A partir das 14:00
Local: Sítio Engrenagem

Shows:

THE DOORS COVER OFICIAL - São Paulo-SP
Rock and Roll

RUSH COVER - Machado-MG
Rock and Roll Progressivo

BLACK JACK BONES - Três Pontas - MG
Rock and Roll

DIABLO DE HAVANA - Varginha - MG
Blues Rock (Tributo ao Jimi Hendrix)

NA CASA ROSA - Varginha - MG
Rock and Roll e Blues

MÁQUINA A VAPOR - Lambari - MG
Rock and Roll

COICE DE MULA - Varginha - MG
Rock and Roll

JARDIM ELÉTRICO - S. Gonçalo do Sapucaí - MG
Rock and Roll Nacional anos 70

JUKE BOX - Cambuquira - MG
Rock and Roll

JARDIM DO SAPO - Varginha - MG
Tributo ao Raul Seixas com a presença do MOE - cover do Raul Seixas

Masculino: R$ 15,00
Feminino: R$ 12,00

Contato:
(35) 3221-9444
MSN: hthompson2@hotmail.com

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 14h26
[ ] [ envie esta mensagem]

TOY ART

Toy Art é um universo novo na arte contemporânea, um movimento que cresce a cada ano e já existem no mundo várias lojas vendendo séries de brinquedos criados por grafiteiros, ilustradores e artistas. Algumas delas, porém, se dedicam a customizar um único personagem ou uma única série.

O Gabriel Góes, um dos mais fuderosos quadrinistas brasileiros também tá fazendo. 

Confere ae: www.flickr.com/photos/afogandosuperego

Escrito por ALYSSON - 16h40
[ ] [ envie esta mensagem]

HERESIA

O Bebê de Rosemary pode ser refilmado

Um dos melhores filmes de terror já realizados, O Bebê de Rosemary (Rosemary's Baby, 1968) é o mais novo clássico na mira da Platinum Dunes para ser refilmado. A produtora de Michael Bay já refilmou O Massacre da Serra Elétrica, Horror em Amityville, A Morte pede Carona e agora está em plenos pulmões para refazer Sexta-Feira 13, A Hora do Pesadelo e Os Pássaros.
Nem precisa dizer que já está na hora de lacrar a Platinum Dunes e colocar aqueles blocos de concreto na porta... Atentar contra a história do cinema assim não é uma espécie de pirataria?
Enfim, segundo o site ShockTillYouDrop, o remake de O bebê de Rosemary ainda está sendo negociado junto à Paramount, que detém os direitos do original. Os produtores Brad Fuller e Andrew Form já estariam atrás de um roteirista, ou roteiristas.
O brilhante filme de 1968, dirigido por Roman Polanski, conta a história de um jovem casal nova-iorquino que espera seu primeiro filho. Como a maioria das mulheres que são mães pela primeira vez, Rosemary (Mia Farrow) está confusa e receosa. Seu marido (John Cassavetes), um ambicioso mas mal sucedido ator, faz um pacto com o demônio pela promessa de vencer na carreira. E desse pacto nasce você sabe quem.

Fonte: Omelete / Escrito por: Marcelo Hessel

Escrito por ALYSSON - 16h34
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SET LIST - CIDADE ROCK - 02/03/2008

1º BLOCO

01 - Elvis Presley - Blue Suede Shoes (Carl Perkins Cover)
02 - Jerry Lee Lewis - Mean Woman Blues (Live)
03 - Chuck Berry - Sweet Little Rock' n' Roller
04 - Gene Vincent and The Blue Caps - Gonna Backup Baby
05 - Eddie Cochran - Summertime Blues

2º BLOCO

06 - Patife Band - Corredor Polonês
07 - Vzyadoq Moe - Não há Morte
08 - Ludovic - Vane Vane Vane
09 - Debate - Raiz Quadrada (Momento Beerock)
10 - Eu Serei a Hiena - Chotto Machigatte Iru

3º BLOCO

11 - Anthrax - Efilnikufesin
12 - Exodus - The Toxic Waltz
13 - Testament - Into the Pit

Mais infos sobre o Debate aqui: www.myspace.com/debaterock

O programa vai ao ar aos domingos, às 19 horas.

Para ouvir, sintonize ou acesse a Rádio Cidade:

Categoria: Programa Cidade Rock
Escrito por ALYSSON - 11h33
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SAINDO DO FORNO

Nihilo - @Sol

A banda paulistana NIHILO está lançando seu novo trabalho, intitulado @Sol, pelo selos Baratos Afins. O CD traz sete músicas no estilo MPB (Música Psicodélica Brasileira), com canções carregadas de psicodelia, groove, música brasileira e linhas melódicas características do pós-punk, que sempre caracterizaram a sonoridade do grupo.

Na internet, as novas músicas estão disponíveis nos sites: www.nihilo.com.br , www.myspace.com/nihilobrazil e www.tramavirtual.com.br .

Categoria: Resenhas
Escrito por ALYSSON - 11h26
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

W:O:A 2008

Todas as bandas que irão participar das seletivas do W:O:A METAL BATTLE BRASIL 2008 já foram selecionadas assim como as datas de todos os shows nas cidades sedes. Algumas bandas fazem parte da história do metal nacional há anos como Dr. Sin e os já dinossauros do Vulcano. As seletivas para a final do evento em São Paulo contará com bandas de várias cidades e capitais do Brasil. Segue na ordem, as datas das seletivas, relação das cidades sedes e os respectivos participantes:

Recife/PE - 29/03/08
Decomposed God - Recife-PE
Malkuth - Recife-PE
Silent Moon - Recife-PE
Stormblood - Recife-PE
Terra Prima - Recife-PE

Salvador/BA - 06/04/08
Agnes - Salvador-BA
Cobalto - Salvador-BA
Insaintification - Salvador-BA
Nomin - Salvador-BA
Templarius - Salvador-BA

Porto Alegre/RS - 11/04/08
Apocalypse - Porto Alegre-RS
Hibria - Porto Alegre-RS
Mental Horror - Porto Alegre-RS
Tierramystica - Porto Alegre-RS
Unmaker - Porto Alegre-RS

Curitiba/PR - 11/04/08
Camos - Curitiba-PR
Infernal - Curitiba-PR
Maelstrom - Curitiba-PR
Masakra - Londrina-PR
Sad Theory - Curitiba-PR

Ribeirão Preto/SP - 12/04/08
Claustrofobia - Leme-SP
Crystallake - Leme-SP
Lifetimes - Ribeirão Preto
Necrofobia - Ribeirão Preto
Midgard - Bauru-SP

Rio Branco/AC - 12/04/08
Dream Healer - Rio Branco-AC
Fire Angel - Rio Branco-AC
Mártires - Rio Branco-AC
Metal Live - Rio Branco-AC
Survive - Rio Branco-AC

Fortaleza/CE - 12/04/08
Clamus - Fortaleza-CE
Glory Fate - Juazeiro do Norte-CE
Just Hate - Caucaia-CE
Obskure - Fortaleza-CE
Oráculo - Fortaleza-CE

Santos/SP - 19/04/08
Breakdown - Mogi das Cruzes
Gestos Grosseiros - Guarulhos-SP
Metal Jam - Santos-SP
Safari Hamburguers - Santos-SP
Vulcano - Santos-SP

Campinas/SP - 26/04/08
ArielN´Caliban - Campinas-SP
Corporate Death - Jundiai-SP
Kamala - Campinas-SP
Hellish War - Valinhos-SP
Voodoo Shyne - Jaguariúna-SP

Brasília/DF - 26/04/08
Device - Brasilia-DF
Eternal Devastation - Goânia-GO
Khallice - Brasilia-DF
Orgy Of Flies - Formosa-GO
Vougan - Brasilia-DF

Belo Horizonte/MG - 26/04/08
Brave - Belo Horizonte-MG
Chainsaw Disaster - Ipatinga-MG
Hargos - Belo Horizonte-MG
HellTrucker - Belo Horizonte-MG
Noturna - Belo Horizonte-MG

Blumenau/SC - 27/04/08
Infektus - Timbó-SC
Sabre - Videira-SC
Sodamned - Guaramirim – SC
Steel Warrior - Itajaí - SC
Warkings - Florianópolis -SC

São Paulo/SP - 29/04/08
Chaosfear - São Paulo-SP
Dr. Sin - São Paulo-SP
Henceforth - São Paulo-SP
Psychotic Eyes - São Paulo-SP
Threat - São Paulo-SP

Fonte: Rock Press

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 11h23
[ ] [ envie esta mensagem]

--------------------------------------------------

WHITESNAKE NO BRASIL

Segundo o site oficial do WHITESNAKE, as seguintes datas já estão confirmadas para a turnê brasileira em maio de 2008:

03-Mai-2008 - Manaus/AM - Arena Amadeu Teixeira
06-Mai-2008 - Belo Horizonte/MG - Chevrolet Hall
07-Mai-2008 - Rio de Janeiro/RJ - Citybank Hall
09-Mai-2008 - São Paulo/SP - Credicard Hall
10-Mai-2008 - Curitiba/PR - Helloch

Ainda não há maiores informações sobre preços de ingressos e bandas de abertura.

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 11h17
[ ] [ envie esta mensagem]

[ ver mensagens anteriores ]

© Todos os direitos reservados.