BEEROCK

BEEROCK VOL. 2

Galera, o espaço virtual do blog chegou ao limite. Estamos providenciando uma nova casa na net, com novo visual e domínio próprio. Enquanto a parada não fica pronta, o blog passa a funcionar provisoriamente no endereço: www.beerock2.zip.net . 

Escrito por ALYSSON - 12h10
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------


Click here to get your own player.

SET LIST - CIDADE ROCK - 04/05/2008

1º BLOCO

01 - ZZ Top - Beer Drinkers & Hell Raisers
02 - Aerosmith - Rats in the Celler
03 - Ted Nugent - Just What the Doctor Ordered
04 - Deep Purple - Freedom
05 - The Rods - Rockin' And Rollin' Again

2º BLOCO

06 - The Rolling Stones - She Was Hot (Live)
07 - The Black Crowes - Goodbye Daughters of The Revolution
08 - Raconteurs - Salute Your Solution
09 - Supergrass - Bad Blood
10 - The Hives - Hey Little World
 
3º BLOCO

11 - Questions - Conscience (Momento Beerock)
12 - Ação Direta - Massacre Humano
13 - Okotô - Don’t Fuck My Head
14 - Ratos de Porão - Plano Furado
15 - Tolerância Zero - Porcuntroço

Bônus Track

16 - Tolerância Zero - Magnata
17 - Ratos de Porão - Igreja Universal / Novo Vietnã / Poluição Atômica / Agressão Repressão (ao vivo)

Mais infos sobre o Questions aqui: www.questions.com.br

O programa vai ao ar aos domingos, às 19 horas.

Para ouvir, sintonize ou acesse a Rádio Cidade:


Para ouvir agora, acione o player acima.

Categoria: Programa Cidade Rock
Escrito por ALYSSON - 11h57
[ ] [ envie esta mensagem]

FORGOTTEN NO METRÓPOLIS

Nesta segunda-feira, 05 de maio, os Forgotten Boys estarão tocando ao vivo no programa Metrópolis da TV Cultura. Será a estréia do novo formato do programa, que agora passa a ser transmitido às 21 horas. Pode ser que role alguma música nova, já que a banda está finalizando a produção do novo álbum que deve ser lançado no segundo semestre de 2008.

Escrito por ALYSSON - 16h07
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

A COLMÉIA RECOMENDA

“Shine a Light”, de Martin Scorsese

Por: Marcelo Costa (editor do Scream & Yell)

Os Rolling Stones são a melhor banda de rock de todos os tempos. Polêmico, né. Na verdade, lendo essa frase, acho que nem eu acredito nela, pois o rock é um gênero tão abrangente que dar a apenas uma banda tal título seria injustiça com, no mínimo, mais umas cincoenta outras bandas. Porém, se é complicado – por diversos motivos – dizer que os Stones são a melhor banda de todos os tempos, por outro lado é muito fácil cravar que ninguém bate Mick Jagger e cia em cima de um palco, mesmo hoje em dia. “Shine a Light”, filme quase documentário de Martin Scorsese, prova isso nas três primeiras músicas. E ainda traz mais quinze… de “bônus”.
Gravado em dois dias (29/10/06 e 01/11/06) no histórico Beacon Theatre, um pequeno teatro nova-iorquino, o que por si só já atiça a curiosidade de qualquer fã de rock acostumado a trombar com o grupo em estádios lotados quando não praias, “Shine a Light” registra uma apresentação atípica dos Stones na turnê “A Bigger Bang”. Enquanto os shows da turnê – incluindo o que passou pelo Brasil – traçavam um painel histórico de quarenta anos de rock and roll através de um repertório balanceado que reunia canções de 1965 a 2005, “Shine a Light” não. A música mais “nova” do repertório escolhido é “She Was Hot”, do álbum “Undercover”, de 1983, ignorando completamente material mais “recente”.
Desta forma, das dezoito canções reunidas no filme, o álbum mais privilegiado foi “Some Girls”, que completa trinta anos em 2008, representado por quatro canções. Detonado na época de seu lançamento e atropelado pelo movido punk, “Some Girls” aparece em “Shine a Light” através da faixa título, “Shattered”, “Just My Imagination (Running Away with Me)” (um cover do Temptations) e do country “Far Away Eyes”, que rende um dos grandes momentos do filme, quando Keith, viajando em um solo de guitarra, esquece de voltar ao microfone para fazer a segunda voz, e é resgatado por Mick Jagger, que divide com ele o microfone.
Mais do que qualquer outra coisa, “Shine a Light” serve para corroborar aquilo que todo mundo está careca de saber: Mick Jagger coordena tudo nos bastidores. É ele quem acerta os detalhes de gravação com os auxiliares de Martin Scorsese. É ele quem decide o repertório, chegando ao ponto de Ron Wood, a meia hora de começar o show, não ter a mínima idéia do que vai tocar. “Estou curioso para saber qual vai ser o repertório de hoje”, comenta em certo momento. Keith, por sua vez, encarnou de vez o Capitão Jack Sparrow, com broche pirata, moedas amarradas em seus fios de cabelo e aquele jeitão desconcertado que fez a fama do personagem de Johnny Depp.
O show é impecável. A iluminação é deslumbrante e as dezesseis câmeras espalhadas pelo pequeno teatro conseguem dar a sensação de que o espectador está na beira do palco. Sem contar a grande sacada de Scorsese, um recurso simples que faz o filme/show crescer muito: no momento em que algum instrumento está em close, o som dele pula na frente dos demais, e ganha destaque. Soa estranho nos primeiros minutos, mas funciona de forma brilhante na seqüência, dando ao espectador a perfeita noção do que o músico está fazendo naquele momento dentro da canção.
Musicalmente, a banda é um arraso. Mick parece um garoto de dezoito anos, correndo, pulando, rebolando. E cantando muito. “Jumping Jack Flash”, “Start Me Up” e “Brown Sugar” rendem ótimos momentos, mas são as participações especiais fazem a diferença. Jack White parece uma criança de tão feliz ao dividir violões e vocais com Mick Jagger em uma pungente versão de “Loving Cup”, do clássico “Exile on Main St.”. Christina Aguilera não fica atrás em “Live With Me”, mas o grande momento acontece em “Champagne & Reefer”, única canção inédita do show, uma cover dos Stones para o original de Muddy Waters. Buddy Guy entra com guitarra e um vozeirão que arrepia. No fim, ganha a guitarra de Keith Richards. Aliás, outro grande momento do show é do guitarrista, que assume o vocal em “You Got the Silver” (de “Let it Bleed”) e “Connection” (do “Between the Buttons”).
Se como show, “Shine a Light” soa sensacional, como filme, no entanto, deixa a desejar. Martin ocupa-se primeiramente de dar ao espectador os bastidores da produção, e essa opção funciona até o momento que Bill Clinton entra em cena. Um dos motivos da realização do show no teatro era levantar fundos para uma ONG à qual Clinton é ligado. Ele se apresenta para a banda, diz que seus sobrinhos vão assistir ao show, tira fotos com o grupo, e atrasa a apresentação esperando pela presença da sra. Dorothy, mãe de Hillary. Quando ela chega, Mick não perdoa e a brinda com sarcasmo: “Que bom que você chegou, Dorothy”. Keith também sacaneia: “Bill deu uma de Bush”. Então o ex-presidente vai ao microfone, e diz que está abrindo um show dos Stones pela segunda vez. A primeira foi quando fez um discurso atentando para as preocupações climáticas (!?!). Al Gore perdeu mais uma.
Nos intervalos entre uma canção e outra, Scorsese resgata entrevistas com a banda em imagens dos anos 60 até hoje em dia. Drogas, prisões, o futuro da banda, as mesmas perguntas de sempre e até um debate de Jagger, nos 70, com dois bispos, um advogado e um juiz servem apenas como curiosidade, mas não acrescentam nada ao filme. Dezenas de livros contam sobre as prisões da banda. O despreparo dos jornalistas e a vida extenuante das turnês já foi retratada com muito mais eficiência em outros filmes (citando dois: “Meeting People Is Easy”, do Radiohead, e “No Direction Home”, sobre a vida de Bob Dylan, este último dirigido pelo próprio Scorsese). Se como registro de um show, “Shine a Light” é perfeito, como documentário é fraco. Scorsese conseguiu colocar o público praticamente dentro do palco dos Stones, mas não quebrou a redoma de vidro que cerca o grupo. E por mais que as imagens e o som sejam sensacionais, show de rock é para se ver ao vivo, não no cinema.

Categoria: Resenhas
Escrito por ALYSSON - 16h20
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SAINDO DO FORNO

Hudson Cadorini - Turbination

O cantor Hudson, que faz dupla com o sertanejo Edson, lança seu primeiro disco solo e para espanto de muitos, trata-se de um álbum de Metal que contou com os irmãos Ivan e Andria Busic, do Dr. Sin, e uma participação especial do guitarrista do Sepultura, Andreas Kisser.
O álbum “Turbination” acabou de sair do forno, via Dynamo Records, trazendo 13 faixas, sendo dez instrumentais no melhor estilo Joe Satriani. Hudson começou a tocar guitarra aos três anos de idade e cresceu sendo influenciado por Van Halen e outras bandas clássicas dos anos 70 e 80.
Além de Hudson nas guitarras, as gravações contaram com Andria Busic no baixo, Ivan Busic na bateria e Orlan Charles no teclado. No álbum o músico mostra muita técnica a familiaridade com o Rock n’ Roll.

Categoria: Resenhas
Escrito por ALYSSON - 10h54
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------


Click here to get your own player.

SET LIST - CIDADE ROCK - 27/04/2008

1º BLOCO

01 - The Guess Who - American Woman
02 - Nazareth - Miss Misery
03 - Thin Lizzy - The Rocker
04 - AC/DC - Flick of the Switch
05 - Motorhead - Make My Day

2º BLOCO

06 - Los Porongas - Lego de Palavras
07 - Moptop - Ninguém pra te Esquecer
08 - Superguidis - Mais um dia de cão
09 - P.U.B.I.S - Amor Marginal (Momento Beerock)
10 - Violins - Grupo de Extermínio de Aberrações

3º BLOCO

11 - Suicidal Tendencies - Send Me Your Money
12 - Biohazard - State of The World Address
13 - White Zombie - Black Sunshine
14 - Machine Head - Slanderous
15 - Pantera - Mouth for War

Mais infos sobre o P.U.B.I.S nos links:

www.myspace.com/pubisband
www.tramavirtual.com.br/p.u.b.i.s.

O programa vai ao ar aos domingos, às 19 horas.

Para ouvir ao vivo, sintonize ou acesse a Rádio Cidade:


Para ouvir agora, acione o player acima.

Categoria: Programa Cidade Rock
Escrito por ALYSSON - 15h28
[ ] [ envie esta mensagem]

--------------------------------------------------

EM ALTINÓPOLIS - SP

Programação:

Quinta-Feira (19/06)
Bandas Regionais
Ventania
Fole da Ribeira

Sexta-Feira (20/06)
André Abujamra
Cordel do Fogo Encantado

Sábado (21/06)
Palco II
Cataia
Exxotica
Sun Walk and The Dog Brother’s
Os Patrões

Palco III
Apresentações Teatrais e Bandas Instrumentais

*A programação pode ser alterada sem aviso prévio

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 15h20
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

EM RIBEIRÃO PRETO - SP

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 10h36
[ ] [ envie esta mensagem]

ROCK ROCKET - DOIDÃO

Com trilha sonora da banda Rock Rocket e com direção de Kapel Furman, um dos novos expoentes do cinema de terror brasileiro, o filme/clipe "Rock Rocket: Doidão" busca suas referências no mundo do terror splatter que reinava nas prateleiras das locadoras dos anos oitenta, um estilo de cinema em que a estética visual da violência e do sangue se combinava com absurdos como serial killers usando máscaras e machadinhas e mortos vivos arrancando as tripas das suas vítimas.
Apresentado por José Mojica Marins, o Zé do Caixão lançando mais uma de suas pragas sobre a própria banda, o filme é uma mistura de cinema de terror com vídeo-clipe introduzindo todos os elementos dignos de tal gênero. Ele faz parte do novo cd homônimo da banda em sua melhor fase.
O filme já marca sua presença também na tela grande, presente em festivais de cinema de 2008.
Nada mais lógico para apresentar esse novo trabalho como um bar que se tornará palco para uma seqüência sangrenta alucinante, apresentando o rock´n´roll da forma mais visceral possível.

Fonte: Zona Punk

Escrito por ALYSSON - 10h35
[ ] [ envie esta mensagem]

NOVA DOS MUTANTES

A primeira música inédita dos Mutantes desde 1974 foi lançada à meia-noite desta quinta-feira. "Mutantes Depois", com participação do cantor Devendra Banhart, pode ser ouvida e baixada gratuitamente no portal IG Música:

http://igpop.ig.com.br/mutantes

De acordo com Sérgio Dias, vocalista e guitarrista, a inspiração para a música - que sairá no novo álbum que a banda pretende lançar no meio do ano - veio dos fãs, "reais mutantes".
Parados desde 1978, os Mutantes retornaram em 2006 para uma série de shows no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos, gerando o lançamento de um CD duplo e DVD. Antes do esperado lançamento inédito, a banda se apresenta na Virada Cultural, neste final de semana em São Paulo.

Fonte: Omelete

Escrito por ALYSSON - 10h30
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SAINDO DO FORNO

Diamond Hoo Ha - Supergrass
 
O sexto álbum do Supergrass lembra mais aquele grupo de dez anos atrás (Hollywood Rock) do que a banda que tocou aqui em 2006 no Campari Rock. Putz, que show foi aquele no Campari? Foi simplesmente transcendental. Sem dúvida um dos melhores shows da minha vida.
No disco novo, o country e o folk do play anterior deram espaço para um rock sinuoso que lembra White Stripes (a faixa título), Queens of The Stone Age ("Bad Blood") e, sempre, T.Rex ("Ghost Of A Friend"). Foi gravado no mitológico estúdio Hansa (onde Bowie gravou "Heroes" e Iggy Pop, "Lust For Life"). Altamente recomendável.

Categoria: Resenhas
Escrito por ALYSSON - 10h29
[ ] [ envie esta mensagem]

NOVO DO AC/DC

O AC/DC terminou a gravações de seu próximo disco e atualmente está mixando o repertório, segundo dito pelo vocalista Brian Johnson numa entrevista para a rádio DC 101, em Washington DC , Estados Unidos.
Na ocasião, Johnson tinha deixado há pouco o estúdio onde sua banda está produzindo o álbum, em Vancouver, Canadá. O disco, que tem a produção do renomado Brendan O'Brien e Mike Fraser, deve ser lançado no final de 2008.
Johnson também disse que o próximo passo que a banda tomará é cuidar da parte gráfica do disco e cuidar da sua promoção. Ainda segundo o vocalista, uma turnê será realizada tão logo o disco ganhar as ruas.

Fonte: Terra

Escrito por ALYSSON - 12h16
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

MEGADETH NO BRASIL

O Megadeth excursionará pelo Brasil no mês de junho. Quatro datas foram confirmadas no site da banda: Curitiba (04/07), São Paulo (06/07), Rio de Janeiro (07/07) e Belo Horizonte (08/07).
Em notícia relacionada, em entrevista ao programa Alto Falante, da Rede Minas, o vocalista Bozó, do Overdose, um dos mais proeminentes nomes do thrash metal brasileiro na década de 1980, disse que a recém-reunida banda está em negociações para fazer a abertura do Megadeth na capital mineira. O local onde o show acontecerá ainda não foi confirmado.
A última passagem do Megadeth por terras brasilis se deu em 2005. A banda esteve por aqui divulgando seu álbum de volta às atividades, o bom The System Has Failed. A atual turnê faz parte do esforço de divulgação de seu último trabalho em estúdio, United Abominations.

Fonte: Omelete

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 12h14
[ ] [ envie esta mensagem]

3.000 GUITAS

Keith Richards deseja criar museu com seu acervo de guitarras

Possuidor de um acervo com mais de 3.000 guitarras, Keith Richards deseja exibi-las publicamente em um museu, segundo o site "Females First". O guitarrista declarou que não tem tempo de tocar todas elas, pois possui muitos instrumentos e apenas duas mãos.
Richards acredita que só costuma tocar em apenas dez guitarras dentre os itens de sua coleção. E, segundo ele, guitarras foram feitas para ser tocadas. Por isso, o músico pretende criar um museu ou doá-las, pois boa parte delas lhe foi dada de presente. "Eu não sei o que fiz para merecer isso, tenho sido um dos maiores babacas do mundo", declarou.
Richards começou a reduzir sua coleção e recentemente presenteou o guitarrista de blues Buddy Guy com um de seus instrumentos favoritos, após o músico ter se juntado aos Stones no palco, durante as filmagens do documentário "Shine a Light", de Martin Scorsese. Foi uma forma que o guitarrista encontrou para respeitosamente retribuir sua iniciação musical, a qual Buddy e Muddy Waters lhe serviram de inspiração.

Fonte: UOL

Escrito por ALYSSON - 12h10
[ ] [ envie esta mensagem]

-------------------------------------------------

SATRIANI NO BRASIL

Joe Satriani desembarca no Brasil no fim de julho, para, até o momento, uma turnê de cinco apresentações no país. Segundo o site oficial do guitarrista, a turnê começa no dia 27/07 em Curitiba (Helloch), daí passa por São Paulo (29/07 - Credicard Hall), Rio de Janeiro (31/07 - Citibank Hall), Belo Horizonte (01/08 - Credicard Hall) e se encerra no dia seguinte, em Brasília (Centro de Convenções).
Considerado um dos mais virtuosos e técnicos guitarristas de sua geração - Satriani não só influenciou como foi professor de guitarristas como Steve Vai e Kirk Hammet (Metallica) - ele vem ao país para divulgar seu último trabalho, Professor Satchafunkilus and the Musterion of Rock, lançado nos Estados Unidos no dia 01 de abril.

Fonte: Omelete

Categoria: Shows
Escrito por ALYSSON - 12h06
[ ] [ envie esta mensagem]

[ ver mensagens anteriores ]

© Todos os direitos reservados.